(31) 3555-1188 ver.tarcisiocaixeta@cmbh.mg.gov.br

Caixeta discute com comerciantes e moradores da Savassi Projeto de espaço cultural no bairro

O vereador Tarcísio Caixeta esteve presente na manhã desta quinta-feira (07) na Praça da Savassi, em reunião promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) para discutir ações de crescimento e desenvolvimento da região. Autor do Projeto de Lei 403/13, que estabelece a criação do Espaço Cultural Praça da Savassi, o parlamentar participou do debate, que contou com a participação de diversos comerciantes e da Polícia Militar, buscando auxiliar na compreensão do Projeto e na qualificação do bairro.

Caixeta contou suas lembranças na Savassi, época em que o local nem era, efetivamente, um bairro, ressaltando a dimensão que a Savassi ganhou nos últimos anos e sua importância na capital. “A Savassi que me lembro, há muitos anos, quando eu passava por aqui para ir ao Colégio Estadual, era de que a Praça da Savassi era somente essa parte, em torno do Pirulito. A Savassi virou bairro, visto que, anteriormente fazia parte do Funcionários, e ganhou um perímetro muito além da praça, se tornando um verdadeiro ponto de encontro e comércio em BH”, comentou.

13592696_1639889189666252_1189080607563913312_n

O vereador aproveitou também para esclarecer o Projeto de Lei, de sua autoria, que estabelece o espaço cultural na Praça Diogo de Vasconcelos. “Atualmente, como espaço cultural previsto em lei, que resguarda a ação cultural, está apenas a Rua Pernambuco. O projeto é para todos os quarteirões fechados da praça, para que sejam uma atração permanente. Tem um objetivo que é estabelecer os espaços de forma definitiva, como uma atração de Belo Horizonte. As feiras de alimentação, flores, antiguidades são muito visitadas em outros países, até por serem pontos já estabelecidos”, afirmou.

Por fim, Caixeta solicitou aos comerciantes estar mais presente nas reuniões para que possa ouvir as necessidades da região e auxiliar, como for possível, para a melhoria do bairro. “Não sou comerciante nem morador, especificamente, da Savassi, apesar de morar próximo. Como vereador, queria pedir a permissão para participar fisicamente, ou através de algum assessor, das reuniões de vocês do comércio, não como membro, mas como representante da cidade que deseja ouvir as sugestões de vocês e contribuir no âmbito do município da forma que for possível”, arrematou.

O Projeto de Lei já foi aprovado em primeiro turno no plenário. As emendas estão em apreciação pela Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana. Assim que aprovadas, vão para a votação em segundo turno, em plenário, e, consequentemente, para a sanção do prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *